Gala Pequeno Príncipe supera meta de captação

No dia 5 de outubro, o Hospital Pequeno Príncipe reuniu cerca de 350 apoiadores em mais uma edição do Gala Pequeno Príncipe, que neste ano voltou a ser realizado em Curitiba. O Castelo do Batel, cartão postal da capital paranaense, foi o cenário da festa que marcou o início das comemorações pelos 100 anos da instituição.

O Gala Pequeno Príncipe tem como objetivo captar recursos para as atividades de pesquisa e atendimento em saúde oferecidas pela instituição. E mais uma vez, os apoiadores demonstraram forte compromisso com a causa da saúde infantojuvenil e ajudaram a superar a meta de arrecadação. “Temos gratidão pelo apoio crescente de todos, que transforma positivamente a saúde das crianças do nosso país”, ressaltou a diretora executiva do Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.

O total arrecadado foi de R$ 1.684.750,00, que serão investidos da seguinte forma:



Alta gastronomia
Para além do poder de fortalecer o corpo, a comida é capaz de evocar em cada pessoa uma vasta gama de sentimentos, lembranças e afetos. É capaz também de mobilizar para o bem. O Gala Pequeno Príncipe é uma demonstração disso. Há sete anos, o projeto conta com a valiosa parceria do renomado chef francês radicado no Brasil, Claude Troisgros. Ele abraçou o evento de forma tão especial que se tornou padrinho do projeto. Anualmente, além de preparar pessoalmente um dos pratos servidos nos jantares, mobiliza sua rede de amigos e convida outros chefs a se engajarem.

Ao longo desses anos, já se envolveram na iniciativa 27 chefs do Brasil e de outros cinco países. Voluntariamente, esses talentosos e reconhecidos profissionais da gastronomia têm doado seu tempo e talento, transformando o Gala em um evento com diferencial reconhecido pelo alto nível dos menus servidos em cada jantar.

Na nona edição do evento, os chefs que assinaram o menu ao lado de Claude foram o peruano Mitsuharu Tsumura, mais conhecido como Micha, do restaurante Maido; o paulistano Ivan Ralston, do restaurante Tuju; e os curitibanos Celso Freire e Hermes Custódio, do espaço Celso Freire Gastronomia e do Castelo do Batel, respectivamente.

O chef Micha, do restaurante peruano Maido – que é detentor duas estrelas Guia Michelin, eleito o melhor restaurante da América Latina e o 4º melhor do mundo pela revista Best Restaurants –, esteve em Curitiba pela primeira vez para o Gala Pequeno Príncipe de 2018 e aproveitou para visitar o Hospital. Emocionado ao ver as crianças em tratamento, ele disse que ficou surpreso com a tecnologia, organização e amabilidade que encontrou na instituição. “É um exemplo a seguir. Eu me sinto muito contente de poder cozinhar para apoiar esta causa e, a partir de agora, me sinto parte do grupo de embaixadores do Pequeno Príncipe”, declarou.

Co-chairs
O sucesso do Gala foi possível somente com o trabalho incansável das co-chairs do evento: Daniele Giacomazzi Behring, Amalia Spinardi Thompson Motta e Monique Nosé.

“Quero dedicar essa noite a todas as pessoas que têm o dom de cuidar, de se preocupar com o outro”, enfatizou Daniele, que também é embaixadora do Pequeno Príncipe, na ocasião, ao fazer um justo reconhecimento a todos os profissionais que se dedicam à assistência e pesquisa em favor de melhores tratamentos, prevenção e cura.

Amalia, por sua vez, fez questão de agradecer a diretoria da instituição pela oportunidade de fazer parte do projeto e aos amigos pelo engajamento à causa. Bastante emocionada, Monique comparou as equipes do Hospital a estrelas, capazes de fazer brilhar a esperança e apontar caminhos em meio ao medo e à escuridão.

Homenagens
A noite ainda foi marcada por emocionantes homenagens prestadas a Ety Gonçalves Forte e à médica Flora Mitie Watanabe, que têm dedicado as suas vidas para transformar a trajetória de crianças e adolescentes de todo o país. Ety é voluntária e há 52 anos preside a Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, mantenedora do Hospital Pequeno Príncipe. Tomada pela emoção e por lembranças de um grandioso trabalho, ela relembrou as dificuldades do início da jornada e enfatizou o apoio que sempre recebeu da comunidade.

Flora, oncologista pediátrica que atua há mais de quatro décadas no cuidado e tratamento de meninos e meninas com câncer, foi muito aplaudida quando disse que seu lugar era no Hospital, perto das crianças, demonstrando sua generosidade e simplicidade diante de todo o reconhecimento. “Essa homenagem é para toda a equipe, para todos aqueles que, como eu, têm a missão de batalhar todos os dias pelas nossas crianças”, comentou.

Leilão e atrações musicais
Um leilão com lotes especiais – gentilmente cedidos por IWC Schaffhausen, Montblanc, Martha Medeiros, Hotel Unique e restaurante Balaio – foi comandado por Johanna di Bernardi e ajudou a complementar a renda do evento.

As atrações musicais foram outro destaque especial do Gala 2018. A banda Blitz subiu ao palco e levou os convidados a uma deliciosa viagem aos anos de 1980. Também se apresentaram e garantiram muita animação ao público a cantora Rafa Gomes, finalista da primeira edição do programa “The Voice Kids Brasil”; o barítono Paulo Barato; e, para finalizar a noite, o DJ Edo Krause.